Presidência


Presidente Marcos Passos


Marcos Viera Passos é um cidadão inteiramente dedicado ao trabalho social, e defensor dos direitos dos cegos, das pessoas com baixa visão e de modo geral, daqueles que buscam ou necessitam de informação e estimulo para vencer suas limitações.

Antes mesmo de vivenciar a maior e mais desafiadora missão de sua vida, Marcos já se sentia responsável e solidário com os seus semelhantes, que não podiam desfrutar de condições dignas e confortáveis. 

Por assim dizer, os desafios na sua vida começaram quando em uma viagem a caminho da cidade de Niterói, no dia 11 de abril de 1990, ele colidiu ainda no trecho da cidade Rio das Ostras, com um caminhão. Mesmo ferido gravemente, Marcos conseguiu guiar as pessoas que o socorreram, até o município de Macaé, onde recebeu os primeiros atendimentos, contando uma equipe privilegiada.

“Fui socorrido, e guiado por Deus até o local certo, lá obtive atendimento especializado dos profissionais que precisava: Dr. Luiz Porto (Clinico geral), Dr. Adriano Ponce (buco-facial) e Dr.  Clóvis (oftalmologista), eles identificaram a gravidade das fraturas que sofri e procederam a fim de estabilizar o quadro, ”, detalha Marcos.

 Sua recuperação foi impressionante, após intenso tratamento, ele surpreendeu todos os médicos, assim como os amigos e familiares, que não acreditavam na possibilidade de reversão do seu situação clinica, uma vez que os primeiros prognósticos indicavam que ele não iria resistir.

Como seqüela e conseqüência do acidente Marcos passou a vivenciar um mundo novo, e que se configurou através do afeto, e daqueles sentidos pouco explorados antes da deficiência visual. Num momento em que deveria predominar o sentimento de perda, ele descobriu que ganhou mais do que nunca, considerando a sua trajetória de 43 anos de “estrada“.

Essa página em sua história foi imortalizada na memória de muitos macaenses como símbolo de  reabilitação e motivação. Afinal de contas, é nesse momento que nasce um aguerrido defensor dos direitos humanos, e do direito de auto-reabilitação de todos os cidadãos que apresentam alguma deficiência.

Reverenciado por seu idealismo, dedicação e árduo trabalho, Marcos Vieira Passos em menos de um ano, conseguiu mobilizar e catalisar pessoas de diversas esferas macaenses, além de representantes de entidades, para em assembléia na Câmara dos vereadores criar e ratificar o seu compromisso de fundar e gerir a Associação Macaense de Apoio aos Cegos (AMAC).

 

HONRARIAS

- “Diploma de Menção Honrosa” concedido pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Chagas Freitas – Rio de Janeiro, 07/07/1982;

 

- “Título de Mérito Municipal” concedido pela CÂMARA MUNICIPAL DE MACAÉ em 29 de julho de 1991– Estado do Rio de Janeiro;

 

- “Moção de Aplausos” concedida pela Câmara Municipal de Casimiro de Abreu, Estado do Rio de Janeiro - 03 de novembro de 1993;

 

- Certificado pelo meritório desempenho como COLABORADOR, integrando-se à questão da criança e do adolescente e ao trabalho policial militar, com reconhecimento da 5ª CIPM, neste programa de prevenção de delinqüência e vitimização infanto-juvenil

e de sensibilização dos profissionais de polícia e de toda sociedade SECRETARIA DE ESTADO DA POLÍCIA MILITAR -  Macaé, 19 de dezembro de 1994;

 

- “Moção e Congratulações e Aplausos” concedida pela Mesa Diretora da Assembléia legislativa do Estado do Rio de Janeiro pelo excelente trabalho realizado em prol dos deficientes visuais como presidente da Associação Macaense de Apoio aos Cegos – AMAC – 06 de outubro de 1997;

 

- Diploma de Mérito concedido pela 15ª Subseção da OAB- RJ EM CONFORMIDADE COM DECISÃO DA SUA DIRETORIA– 11 de agosto de 1999;

 

- Medalha Mérito Louis Braille, por reconhecimento e gratidão da Associação Brasileira de educadores de Deficientes Visuais – ABEDEV – 1999, Guarapari – ES;

 

- Certificado pelos serviços em benefícios das pessoas cegas como Presidente do Conselho Brasileiro para o Bem-Estar dos Cegos –CBBEC concedido pela União de Cegos D. Pedro II – UNICEP  em 28 de março de 2000 – Villa Velha – ES;

 

- “Placa de Honra ao Mérito” concedida pelaUnião dos Cegos no Brasil pelos relevantes serviços prestados à causa da pessoa cega, pela dedicação e compromisso social em comemoraçãoao Dia Mundial da bengala Branca, 21 de outubro de 2008 de 2008.


CRÉDITOS rodape